Mobilidade urbana: um milhão de pessoas dependem só do táxi

Mobilidade urbana: um milhão de pessoas dependem só do táxi

A mobilidade urbana é um dos maiores desafios do Brasil. Um levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelou que em 113 municípios do país, o táxi é o único meio de transporte público. Somados todos os habitantes dessas cidades, são 1.003.448 brasileiros que dependem do táxi para ir ao hospital, escola, trabalho e para todos os outros afazeres diários. As informações constam no Perfil dos Municípios Brasileiros de 2017. 

Entre as cidades mostradas no levantamento do IBGE está Colombo, na região metropolitana de Curitiba. O município possui 237.402 habitantes e até recentemente não possuía ligação de ônibus metropolitano com a capital. Tanto que no levantamento do Instituto não constava as duas linhas inauguradas pelas prefeituras da região.

A maior parte dessas cidades estão localizadas nos estados do Rio Grande do Sul (21), Santa Catarina (16), Paraná (16), São Paulo (14) e Goiás (15). Separando por região do país, temos o ranking formado com Sul (53), Sudeste (21), Centro Oeste (21), Nordeste (14) e Norte (4). 

Uma reportagem da revista Piauí de setembro de 2018, relata o drama de muitos moradores dessas cidades. São casos de pessoas que encontram dificuldades de ir ao hospital e ter um atendimento médico. Segundo a reportagem, os números podem ser ainda maiores, já que há muitas cidades que o trajeto do ônibus é apenas intermunicipal. Ou seja, os ônibus não ligam dois pontos da cidades, são apenas passagem. 

Contando apenas cidades que não possuem ônibus fazendo serviço interno regularmente, são 12,4 milhões de pessoas morando nesses locais. 

A importância do Táxi para a mobilidade urbana

O dado, além de alertar para o problema enfrentado por muitos moradores do país, mostra a importância do serviço do táxi para a população nacional.

Nessas cidades, os apps de transporte multinacionais também não chegam por diversos motivos. Por isso, os taxistas acabam suprindo essa necessidade básica da população, a de ir e vir. 

É claro que o táxi não deve substituir os serviços de ônibus, que devem ser responsabilidade dos órgãos públicos. No entanto, percebemos que em muitas cidades fica sob a responsabilidade dos taxistas a missão de locomover as pessoas.

É por isso que os taxistas dessas cidades precisam se conscientizar da sua importância para a população. Por tanto, devem oferecer ao povo deste município um serviço de excelência.

Perceba que é essencial oferecer preços atrativos, já que essa população usará o serviço com frequência.  

Outro fator importante é possuir uma plataforma de despacho eficiente. Além de oferecer um aplicativo que possibilite agilidade para unir taxistas e passageiros.

Taxi Machine

Buscando apoiar esses taxistas, a Machine, empresa carioca de apps, oferece o produto Taxi Machine. Ela que une um sistema de despacho eficiente e um app moderno. Com ele, taxistas do Brasil inteiro podem competir no mercado de mobilidade.

Para os grupos de taxistas destas cidades acima, a Taxi Machine pode representar um passo importante na união entre os moradores e a classe. O app permite que o passageiro agende corridas e por isso não fique preocupado em perder sua consulta médica, por exemplo. 

Os taxistas estão aí para oferecer à população a garantia do seu direito de ir e vir. A Taxi Machine está para garantir aos taxistas o melhor apoio tecnológico para eles exercerem seu serviço.